SOLUÇÕES PARA SANEAMENTO

Somos especialistas em cloração.

Ajudamos companhias de saneamento a obter os melhores resultados nas etapas de pré, inter e pós cloração.

Temos expertise em desenvolvimento e implantações de mais de 10 mil sistemas geradores de cloro dos mais variados portes atendendo todo o Brasil sob as mais diversas condições de qualidade da água. Este fator dá a nossos clientes a segurança de poder contratar a solução para os problemas relacionados à cloração.

Fundada no Estado do Paraná em 1996, a Hidrogeron nasceu a partir da percepção humana, técnica e social de seu fundador, José Cristiano Ribeiro dos Santos, de que era preciso melhorar o saneamento no país. A observação foi possível a partir de uma experiência de longos anos de trabalho à frente da Companhia de Saneamento do Paraná, onde atuou como técnico químico por 20 anos.

Responsável por inúmeros projetos e implementações de Estações de Tratamento de Água e Esgoto em todo o Estado, num período em que a estrutura de saneamento básico era extremamente embrionária e muitas pessoas sequer tinham acesso a água clorada, surgiu a inquietação em relação à melhora no sistema de cloração utilizado no tratamento da água. E foi diante deste cenário que José decidiu empenhar todos os seus esforços em uma solução para o problema.

Tanta dedicação e estudo, resultaram, após anos de muito trabalho, na criação e no desenvolvimento do Gerador de Cloro (hipoclorito de sódio) In Loco a partir da eletrólise da salmoura. Esta tecnologia tem mudado o conceito de cloração no Brasil.

A solução oxidante a base de hipoclorito de sódio gerada in loco (Cloro Hidrogeron) tem potencial oxidante superior aos métodos antigos de cloração. Estudos da UEPB apontam que o potencial oxidante e tempo de declínio do teor do cloro Hidrogeron é superior. Este fator explica a superioridade dos resultados técnicos operacionais onde a tecnologia é adotada.

O Gerador de hipoclorito de Sódio (cloro) Hidrogeron ajuda a resolver problemas relacionados a:

• Falta de residual em ponta de rede.
• Pré, inter e pós-oxidação.
• Oxidação de ferro e manganês.
• Riscos operacionais relacionados aos métodos antigos de cloração.
• Dificuldade de diluição, manuseio e dosagem de cloro granulado ou pastilhas.
• Falta de controle inerente à perda de teor do hipoclorito de sódio comercial.
• Liberação de licença ambiental para estações de tratamento;
• Controle de dosagem e controle de qualidade;
• Atendimento a normas de qualidade e sanitárias.
• Disponibilidade e logística de produtos químicos para desinfecção.

O QUE DIZEM
NOSSOS CLIENTES

GERADOR DE HIPOCLORITO DE SÓDIO

(série gerador contínuo)

Imagens meramente ilustrativas

• Automação e controle de alto desempenho.
• Produção contínua de cloro.
• Produtividade a partir de 3kg de cloro ativo ao dia, sem limite de produtividade (para demandas menores, consulte série GE).
• IHM/CLP de série a partir de 70kg de cloro ativo ao dia.
• Sistemas automatizados com integração e controle do processo.
• Modelos de 3 a 36kg/dia montados em skid, com quadro de alumínio. Assegurando alta resistência a ambientes agressivos.
• Utilizamos somente materiais e componentes de alta resistência química e mecânica.
• Utilizamos somente bombas centrífugas de baixo consumo elétrico e alto desempenho (que comportam mais partidas por minuto) com rotores em aço inox e selo em viton.

Desde 1996 desenvolvemos e entregamos soluções completas em cloração que envolvem:

• Diagnóstico do sistema de cloração;
• Engenharia de aplicação;
• Instalação e pré operação;
• Treinamento e reciclagem de operadores;
• Serviços de manutenção.

BENEFÍCIOS PARA O SEGMENTO

Imagem de Antes
Antes Depois
Imagem de Antes
Antes Depois

ENTENDA COMO FUNCIONA O GERADOR DE CLORO HIDROGERON

GARANTIA DE 5 ANOS DOS ELETRODOS

Geradores de cloro in loco funcionam pelo princípio da eletrólise da salmoura. Este processo ocorre nas células eletrolíticas (eletrodos que têm valencia positiva e negativa). A origem, rastreabilidade e a confiabilidade das placas são fatores decisivos para a produtividade e vida útil do sistema.

Os eletrodos da célula eletrolítica Hidrogeron são produzidos em nossa matriz, sob rígido controle de qualidade e rastreabilidade, com processos certificados pela ISO9001. Passam por testes de qualidade e vida útil, garantindo durabilidade superior em relação a eletrodos sem controle de origem, rastreabilidade e procedência.

Por esta razão temos tranquilidade em oferecer a nossos clientes uma garantia de 5 anos contra defeitos de fabricação e desgaste precoce do conjunto de eletrodos.

TABELA DE MODELOS SÉRIE HG SKID

MODELOPRODUÇÃO
kg - cloro ativo por dia
SAL
kg/dia
ENERGIA
kw/dia
HG 3000313,513,5
HG PLUS 662727
HG PLUS 12125454
HG PLUS 2424108108
HG PLUS 3636162162

Equipamentos e modelos sujeitos a alteração sem prévio aviso

TABELA DE MODELOS SÉRIE HG

MODELOPRODUÇÃO
kg - cloro ativo por dia
SAL
kg/dia
ENERGIA
kw/dia
HG PLUS 7070315315
HG PLUS 100100450450
HG PLUS 150150675675
HG PLUS 200200900900
HG PLUS 25025011251125

Equipamentos e modelos sujeitos a alteração sem prévio aviso

O Hipoclorito de sódio gerado in loco através da eletrólise da salmoura tem concentração entre ~=0,65% . Por meio deste método não é possível obter hipoclorito em maiores concentrações (3%, 10, 12%). A concentração de 0,65% tem eficiência superior em relação aos demais métodos de cloração.

Processos Industriais
E.T.E.
Plataformas de Petróleo
Cloração de Poços
Torres de Resfriamento
Chiller
Frozen
Oxidação de Ferro
Efluentes Industriais
Oxidação de Amônia
E.T.A.
Poços

  • Alimentação Elétrica: 220 | 380 | 440V.
  • Consumo de Sal: 4,5 Kg por Kg de cloro ativo produzido..
  • Consumo de Energia: 4,5 KW por kg de cloro produzido
  • Atende qualquer vazão de tratamento

Água
Energia
Sal de cozinha

FAÇA DOWNLOAD DO
CATÁLOGO COMPLETO

SOLICITE SEU
ORÇAMENTO

PERGUNTAS FREQUENTES

100% eficaz na oxidação de Ferro e Manganês, respeitando-se as concentrações equivalentes necessárias de oxidante x metal. Após oxidação, os metais precipitados podem ser removidos por filtração.

Estudos realizados demonstram que o hipoclorito gerado in loco promove menor formação de subprodutos em comparação aos produtos químicos a base de cloro tradicionais.

Sim, respeitando as regulamentações ambientais de cada localidade.

Estudos realizados demonstram que a formação de THM em esgotos aplicando hipoclorito gerado in loco se enquadram até mesmo dentro dos limites estipulados em portaria para água potável.

Sim, desde que a água utilizada na produção do cloro não ultrapasse 40 ppm de dureza.

Como o hipoclorito gerado possui pH 9 em média, há uma leve alcalinização da água. Em localidades onde há aplicação de gás cloro, a redução é maior.

O mais puro possível (acima de 99%) e com baixo teor de dureza total.

Por dois fatores essenciais:

1- O hipoclorito de sódio gerado lin loco possui potencial de oxidação maior do que o gás cloro;

2- Ao se aplicar ambos os oxidantes na água é considerada uma concentração em ppm, tanto a substância a 100% ou a 0,65% devem ser adequadas a essa concentração (ppm). Por exemplo, com uma vazão de 100 m³/h, aplicando 1 ppm de cloro livre precisaremos de 100 gramas de cloro livre por hora.

Com o gás será regulada a dosagem a fim de obter as 100 gramas por hora e com a solução 0,65% precisaremos de 15,3 litros por hora (100 / 6,5).

ACESSÓRIOS RECOMENDADOS

FAÇA DOWNLOAD DO
CATÁLOGO COMPLETO

SOLICITE SEU
ORÇAMENTO